Mulheres aviadoras do Brasil | SITA

Voltar ao Blog

Mulheres aviadoras do Brasil

Publicado em   17 janeiro Por Kalina Milani , Presidente Honorária, AMAB
0 Comentários
 

A AMAB (Associação das Mulheres Aviadoras do Brasil) é uma organização sem fins lucrativos, que tem como principal objetivo desenvolver a carreira da mulher aviadora, por meio de incentivo, mentoria, treinamento, integração, troca de experiências e auxílio. A AMAB intenciona, também, apoiar o crescimento do número de mulheres profissionais da aviação, como um todo.

Essa história começou com o grupo Aviadoras, fundado pelas pioneiras do grupo VARIG, em 1998 e que contou também com a participação das pioneiras da VASP, Transbrasil, TAM, Pantanal, GOL, entre outras.  

A iniciativa nasceu com o objetivo de unir as mulheres pilotos em busca de apoio mútuo, parceria, adaptações no ambiente de trabalho, através de palestras e Encontros, trazendo intercâmbio de ideias e experiências, promovendo o incentivo, aconselhamento e mentoria às jovens aviadoras, no exercício da profissão.

KalinaNa época, eram pouquíssimas as mulheres a ocupar cargos de piloto, profissão quase exclusivamente exercida por homens, e as dificuldades eram imensas. A sociedade ainda era resistente em ver mulheres em cargos de comando. A pouca sensibilidade, por parte das companhias aéreas e empresas privadas do setor, em especial quando se tratava de promover a inclusão e garantia de direitos das aviadoras, eram algumas das barreiras enfrentadas.

Estamos trabalhando incessantemente para que o número de mulheres Pilotos de Linha Aérea dobre até 2025. A média mundial é de 5% e, no Brasil, ainda somos cerca de 2%. 

Segundo dados de 2018 da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o número de mulheres com licença de voo, em geral, de piloto privado a piloto de linha aérea, asa fixa e rotativa, é cerca de 1.465. Parece muito, mas na verdade, é muito baixo. Em comparação com o número total de pilotos homens no Brasil, isso equivale a apenas 3%.

Até hoje, muitas pessoas desconhecem que as mulheres podem exercer qualquer profissão na aviação, inclusive serem aviadoras em grandes empresas aéreas! E quais os requisitos? Competência, determinação e profissionalismo.

Para as mulheres serem pilotos profissionais, hoje em dia, felizmente, já está bem mais fácil! Isso é devido ao fato de que as portas das empresas já foram abertas pelas competentes precursoras da aviação comercial. Além disso, estamos aqui para
inspirar, incentivar e oferecer o apoio, a assistência, a referência e o companheirismo necessários às futuras e atuais aviadoras, pois não faz muito tempo que nós, da família AMAB, passamos por situações e desafios bem semelhantes aos que muitas aviadoras e profissionais da aviação ainda estão passando.

Cada aviadora, conscientemente ou inconscientemente, com seu profissionalismo, está inspirando as novas gerações de aviadoras a seguirem seus passos, com fé e determinação. Assim todas nós, temos condições de contribuir para o sucesso e realização da mulher aviadora. Por isso, seguindo a proposta da AMAB, 2020 já começa com muitas atividades! Em 07 de março acontece o 3º Encontro AMAB Mulheres na Aviação, no CAAC - Centro Acadêmico de Aviação Civil da Universidade Anhembi Morumbi. O evento será das 8h às 17h e celebrará o Dia Internacional da Mulher com palestras de autores, instrutoras, psicólogas, dentre outros. O evento é gratuito, em parceria com o CAAC e faz parte do projeto de Mentoria da AMAB.

Mais informações e inscrições: https://aviadoras.com/events/3o-encontro-amab-mulheres-na-aviacao/

 

 

 

Deixe seu comentário

Você precisa iniciar a sessão para postar comentários

Comentários

    Não existem comentários ainda, seja o primeiro a comentar