Avanços das mulheres na aviação | SITA

Voltar ao Blog

Avanços das mulheres na aviação

Publicado em   21 novembro Por Cintia Scafutto , Vice-presidente de Operações e Serviços da SITA para as Américas
0 Comentários
 

Estamos a um mês de 2020, um bom momento para começar a refletir sobre o ano que está terminando.

2019 foi testemunha de grandes avanços das mulheres no mercado de aviação. 

A SITA é uma empresa entusiasta da participação feminina na indústria. Não à toa, elas estão presentes em vários cargos de liderança da empresa, como a CEO Global, a presidente para as Américas, a diretora de Estratégia em Tecnologia, entre outras.

É comum um número muito maior de homens, quando se trata do mercado de aviação. Mas este cenário tem sido alterado com o ingresso de cada vez mais mulheres nas carreiras diversas da indústria, do piloto ao CEO de uma empresa.

Em 2019, participamos de uma série de eventos em que se discutiu o papel da mulher na indústria do transporte aéreo. Tivemos a oportunidade de criar, em parceria com a ALTA (Associação da América Latina e do Caribe de Transporte Aéreo) e IAWA (International Aviation Women Association, em português Associação Internacional de Mulheres na Aviação), o Voando Mais Alto. A iniciativa visa, ao mesmo tempo em que reconhecem as pioneiras que trouxeram contribuições históricas para o setor, incentivar mulheres para que cada vez mais se sintam confortáveis para crescer neste mercado e dividir suas histórias.

Alguns dos temas abordados são o protagonismo da mulher na aviação; diferentes papéis exercidos dentro e fora do mercado; a importância da formação, da capacitação e o papel da indústria para apoiar entidades de ensino; troca de experiências, desafios da profissão no mercado, entre outros. Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília já sediaram o encontro. As próximas cidades que receberão o Voando mais Alto são Cidade do México, Florianópolis e Porto Alegre.

 Women explaining

Além do Voando Mais Alto, participamos de eventos que confirmaram a necessidade de cada vez mais trabalharmos em conjunto, de forma colaborativa, com todos os atores da indústria. O encontro da WALA (Worldwide Airport Lawyers Association, em português Associação Mundial de Advogados Aeroportuários), representado por nossa diretora jurídica Tatiana Arima, aconteceu no início de outubro, em Bogotá, na Colômbia, e reuniu escritórios de advocacia especializados no setor, companhias aéreas e aeroportos. Outro que mereceu destaque foi o evento promovido pela IAWA, em Lima, no Peru, onde tive o prazer de falar sobre o papel e desafios das mulheres na indústria.

O ACI-LAC (Airports Council International – Latin America and Caribbean, em português Conselho Internacional de Aeroportos Latino-Americanos e Caribenhos), organização comercial que representa aeroportos na América Latina e no Caribe, promoveu seu encontro anual entre 21 e 23 de outubro, na cidade de Bogotá, na Colômbia. Lá apresentamos as nossas novas tecnologias, como a biometria para identificação e autoatendimento no despacho de bagagens, além de termos discutido novamente importância das mulheres nesse mercado.

E, ainda em outubro, Brasília sediou a 16ª Conferência Anual do ALTA Airline Leaders Forum. Entre os dias 27 e 29, foram discutidas questões em torno do tema “Competitividade da Indústria no Cenário Atual”. Diana Einterz, nossa presidente para as Américas, ao lado das principais mulheres executivas do setor, participou de um painel sobre as necessidades que a indústria e a região da América Latina e Caribe precisam, a longo prazo, para melhorar a competitividade e atender, da melhor forma, à crescente e variável demanda de passageiros. Mais uma vez foi levantada a importância da cooperação entre os diversos players da indústria para resultados eficientes. 

Sendo assim, é inegável que 2019 está sendo bastante proveitoso para o mercado de aviação, em seus mais variados segmentos. A colaboração é palavra de ordem e o aumento do protagonismo feminino se mostrou uma realidade. 

Deixe seu comentário

Você precisa iniciar a sessão para postar comentários

Comentários

    Não existem comentários ainda, seja o primeiro a comentar